Todo Dia

Manter a rotina dos filhos com probióticos é 'lição de casa' para os pais

Ver os filhos crescendo de maneira saudável é a tranquilidade para toda família. E a palavra “imunidade” ganha relevância quando há pequenos em casa, principalmente, porque queremos os pequenos livres de vírus e bactérias nocivas.

Quando há escolha pelo uso de probióticos, que estimulam o sistema imunológico e regulam a absorção de nutrientes para o organismo, é preciso seguir uma rotina pensando em longo prazo. Probióticos são microrganismos vivos que, quando ingeridos em quantidades adequadas, trazem benefício à saúde do indivíduo.

E, como consequência, equilibrar a microbiota, conhecida popularmente por muitos anos como flora intestinal, segundo explica o pediatra, alergista e imunologista Bruno Barreto, doutor em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo. “Além disso, a microbiota, por sua vez, interfere no sistema imunológico, fortalecendo-o. No caso do Lactobacillus rhamnosus GG, estudos comprovam que ele ajuda a fortalecer a imunidade”, detalha o médico. O LGG vem sendo estudado extensivamente, há mais de 30 anos, em adultos, bebês e crianças.

Não existe obrigatoriedade de horário para tomar o probiótico para bom funcionamento. O importante é manter a assiduidade, seguir a rotina. “Fundamental o uso prolongado para ter como resultado a melhora da imunidade”, diz Barreto.

Em caso de uso de medicamentos, não é preciso suspender o probiótico. “Muitos pais ficam com este receio. Probiótico não é medicação, é um microrganismo do bem”, finaliza.