Buscar
Cultive Seu Melhor

Quais alimentos consumir quando estiver com diarreia?

Quais alimentos consumir quando estiver com diarreia?

A maioria das pessoas experimenta ao menos um episódio de diarreia todos os anos. É um quadro comum que pode ser causado por alimentos contaminados, viroses, alergias alimentares, entre outras causas. Se não tratada, a diarreia grave pode levar à morte por desidratação, especialmente as crianças abaixo de cinco anos e os idosos. No entanto, o problema costuma ser passageiro e desaparece em alguns dias com o aumento da ingestão de líquidos e uma alimentação mais leve. Continue a leitura e saiba o que comer quando se está com diarreia e quais alimentos devem ser evitados.

O que caracteriza a diarreia?

A diarreia é um quadro caracterizado pelo aumento da frequência com que se vai ao banheiro evacuar. As fezes também são alteradas: geralmente são amolecidas ou líquidas. Outros sintomas dos quadros de diarreia podem incluir:

  • Distensão e dores abdominais;
  • Náuseas;
  • Tontura;
  • Suor frio;
  • Febre;
  • Mal-estar generalizado.

Os quadros de diarreia costumam ser agudos, com duração de até duas semanas, em média, e provocados por bactérias, vírus, fungos, toxinas ou parasitas presentes nos alimentos, além da ingestão de alguns medicamentos, como os antibióticos e quimioterápicos.

Em alguns casos, é importante ter suporte médico especializado, já que a diarreia provoca perda intensa de líquidos e sais minerais no organismo. Falta de higiene, saneamento básico e acondicionamento correto dos alimentos estão entre as principais causas de contaminação.

Doenças como a doença celíaca, a síndrome do intestino irritável, além de intolerâncias e alergias alimentares (como à lactose e ao glúten) podem provocar um quadro de diarreia crônica, que se estende por mais de quatro semanas. Nesses casos, é importante buscar ajuda médica, já que o problema afeta a absorção de nutrientes e pode provocar outras doenças em decorrência disso.

O que comer quando se está com diarreia?

É comum que pessoas com quadro de diarreia se sintam indispostas e sem apetite. No entanto, manter uma alimentação leve e saudável é importante para que o corpo possa repor as energias e recuperar-se do problema. É importante que as refeições sejam compostas por alimentos leves, com poucas fibras (para não estimular ainda mais o intestino) e feitas em pequenas quantidades.

Nesse sentido, opções como canja de galinha e algumas torradas são certeiras para ajudar na recuperação do corpo. Mas não são as únicas: o importante é buscar alimentos que não estimulem o funcionamento do intestino e, mais que isso, que ajudem a “prendê-lo”. Algumas opções:

  • Arroz branco;
  • Banana maçã;
  • Batata – que pode ser servida em forma de purê;
  • Mandioquinha – também conhecida como batata baroa;
  • Biscoitos salgados;
  • Cenoura;
  • Farinha de mandioca;
  • Macarrão;
  • Maçã e pera sem casca;
  • Mandioca;
  • Pão branco;
  • Torrada;
  • Carne cozida, assada ou grelhada;
  • Sopas e caldos acompanhados de carne e macarrão bem macios.

Outra grande preocupação é que a diarreia pode levar a um quadro de desidratação de forma muito rápida. Por isso, é importante investir também na alta ingestão de líquidos, para repor a água e os sais minerais perdidos. Além da água, algumas opções funcionais são:

  • Chás de camomila, erva cidreira, erva doce e outras opções de chás claros;
  • Suco de frutas com fibras solúveis (que ajudam no controle da diarreia) como maçã (sem casca), maracujá, goiaba, caju e limão;
  • Água de coco.

O uso de bebidas isotônicas e soluções de reidratação oral, além do próprio soro caseiro, também são boas estratégias para evitar a desidratação.

Como preparar o soro caseiro

Misture um litro de água mineral, filtrada ou fervida (mas já fria) com uma colher pequena (de café) de sal e uma colher grande (de sopa) de açúcar. Misture bem e ofereça várias vezes ao dia à pessoa, em pequenas colheradas.

O que não comer quando se está com diarreia?

Tão importante quanto planejar quais alimentos irá ingerir, é saber o não comer quando se está com diarreia. Isso porque alguns alimentos são conhecidos por estimular o funcionamento do intestino e, embora sejam importantes para uma vida saudável, não devem ser consumidos enquanto estiver com o quadro para não aumentar ainda mais a frequência de evacuações.

Nesse sentido, é importante evitar alimentos ricos em fibras, como as opções integrais, além de frutas com casca. O leite, derivados e alimentos gordurosos também não devem ser consumidos por estimularem a atividade intestinal. Confira a lista completa:

  • Açúcar e doces;
  • Chocolate;
  • Frutas secas e cristalizadas;
  • Pão integral;
  • Pães e bolos com recheios;
  • Biscoitos recheados;
  • Leite e derivados – como iogurtes, requeijão, manteiga, creme de leite e queijos;
  • Molhos de todos os tipos;
  • Refrigerante e água com gás – podem piorar a distensão abdominal;
  • Café e chá preto;
  • Nozes e castanhas;
  • Frutas – como mamão e melão, que estimulam o intestino;
  • Frutas com casca;
  • Pimenta e preparações picantes;
  • Embutidos (como salame, linguiça, presunto);
  • Verduras cruas e refogadas;
  • Leguminosas – feijão, ervilha, lentilha;
  • Frituras em geral.

Probióticos podem ajudar a aliviar os sintomas da diarreia?

Quando a diarreia é provocada pela ingestão de alimentos contaminados, por viroses ou ainda pelo uso de antibióticos, o organismo costuma se beneficiar da ingestão de probióticos para amenizar os sintomas e ajudar o organismo a se recuperar. Isso porque, nesses casos, a diarreia ocorre como consequência de um desequilíbrio da microbiota intestinal. Uma vez que os probióticos contêm microrganismos benéficos para o trato gastrointestinal, acabam apoiando a restauração desse equilíbrio.

Referências


Clique aqui e pegue seu
cupom de desconto

Produtos relacionados

Posts relacionados

Política de Cookies

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja nossa Política.

Prosseguir Negar