Buscar
Cultive Seu Melhor

Como se proteger da diarreia do viajante

Como se proteger da diarreia do viajante

Ao planejar uma viagem, certamente você não espera atrapalhar seu passeio com um quadro conhecido como diarreia do viajante. Para garantir que você não tenha essa experiência e leve para casa apenas as boas memórias, é preciso tomar uma série de cuidados. Continue a leitura para entender melhor o que é esse problema e como preveni-lo.

O que é a diarreia do viajante?

A diarreia do viajante é um problema comum entre os viajantes, normalmente causada pelo consumo de alimentos ou água contaminados. Quando você visita um lugar onde o clima ou as práticas sanitárias são diferentes dos de seu país, corre um risco maior de desenvolver o problema.

Ainda que a diarreia do viajante possa acontecer em qualquer lugar do mundo, os destinos de maior risco são:

  • Ásia (exceto Japão e Coréia do Sul);
  • Oriente Médio;
  • África;
  • México;
  • América Central;
  • América do Sul.

Quais são as causas da diarreia do viajante?

É possível que a diarreia do viajante possa resultar do estresse da viagem ou de uma mudança na dieta. Porém, mais da metade dos casos da doença é causada por bactérias, sendo que a mais comum delas é a Escherichia colienterotóxica. Até 20% dos casos podem ser causados por norovírus, um tipo de vírus com alta capacidade infecciosa e resistência.

Os organismos que causam a doença são geralmente adquiridos em alimentos ou água contaminados com organismos das fezes, especialmente em países em desenvolvimento, em que o tratamento da água é deficiente.

Quais são os sintomas da diarreia do viajante?

Os primeiros sintomas da diarreia do viajante costumam ter início de 12 a 72 horas após a ingestão de água ou dos alimentos contaminados. Assim como outras formas de diarreia, a do viajante é caracterizada por três ou mais evacuações de fezes amolecidas em 24 horas, que podem ser acompanhadas de sintomas como:

  • Náusea;
  • Vômito;
  • Cólicas abdominais;
  • Sangue nas fezes;
  • Sensação de urgência para evacuar;

Esses sintomas podem ocorrer em todos os graus de gravidade, do mais leve até o mais severo. Geralmente, a maioria dos casos são leves e desaparecem sem tratamento entre três e cinco dias.

Como fazer a prevenção da diarreia do viajante?

De forma geral, a prevenção da diarreia do viajante é feita com o consumo seguro de água e alimentos. Veja algumas dicas importantes para garantir esse consumo seguro:

Selecione bem onde comer – procure comer apenas em restaurantes com boa reputação de segurança. Não compre comida ou bebidas vendidas nas ruas. Também evite buffets e lanchonetes de ruas, pois esses locais apresentam maior risco de infecção.

Atenção ao modo de preparo – opte por comer alimentos cozidos ainda quentes, pois costumam ser seguros. Se for consumir frutas, procure descascar você mesmo;

Evite certos alimentos – evite saladas que tenham legumes e frutas crus, ou molhos mantidos sobre a mesa em potes abertos;

Atenção ao que bebe – faça somente a ingestão de bebidas gaseificadas engarrafadas ou bebidas preparadas com água fervida. O mesmo vale para cubos de gelo: opte por fazê-los com água previamente fervida;

Higiene das mãos – é fundamental. Lave-as frequentemente com água e sabão, principalmente após usar o banheiro e antes de comer. Se não houver água e sabão disponíveis, use um desinfetante à base de álcool. Em geral, é uma boa ideia manter as mãos longe da boca.

Como tratar a diarreia do viajante

Se, mesmo tomando todos os cuidados necessários, você tiver a diarreia do viajante, é preciso buscar tratamento para a doença para evitar que o caso se agrave. Algumas das formas de tratar a diarreia do viajante são:

Hidrate-se bem – a desidratação é a complicação mais comum da diarreia do viajante, por isso é fundamental manter-se hidratado, consumindo líquidos seguros, como água mineral lacrada ou água com eletrólitos. Uma dica é preparar a sua própria solução de reidratação em uma emergência e beber em pequenas quantidades ao longo do dia, misturando:

  • 1 colher pequena de sal;
  • 1 colher grande de açúcar;
  • 1 litro de água mineral.

Medicações – você pode usar medicamentos antidiarreicos para cessar a diarreia, porém não podem ser utilizados por pessoas com febre, sangue nas fezes ou crianças menores de dois anos. Antibióticos e antiparasitários também podem ser indicados. Mas atenção: não se automedique, converse sempre com o médico.

Como os probióticos podem ajudar no tratamento da diarreia do viajante

Outra dica que pode auxiliar na prevenção e no tratamento da diarreia do viajante é o consumo de probióticos. A diarreia costuma causar um desequilíbrio na microbiota intestinal, e os probióticos ajudam a reverter esse quadro. Essas bactérias boas inibem a multiplicação de bactérias com potencial de dano ao sistema digestório, controlando os principais sintomas da diarreia do viajante.

Você pode consumi-los através de alimentos probióticos, como iogurtes, ou através de suplementos alimentares.

O importante, em todo caso, é estar atento à evolução dos sintomas e impedir qualquer piora do problema.

Referências


Clique aqui e pegue seu
cupom de desconto

Produtos relacionados

Posts relacionados

Política de Cookies

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja nossa Política.

Prosseguir Negar