Buscar
Cultive Seu Melhor

Como os probióticos podem ajudar na saúde imunológica das crianças desde o nascimento?

Como os probióticos podem ajudar na saúde imunológica das crianças desde o nascimento?

Ao longo da vida, os pais ensinam a seus filhos pequenos hábitos que serão importantes para o futuro. Comer as verduras e legumes durante as refeições, respeitar os mais velhos, não contar mentiras e dormir cedo são alguns exemplos dessas atitudes diárias.

E para quem busca pela melhora na saúde imunológica desde a infância, um hábito que pode ser passado de geração em geração é o uso de probióticos nos primeiros anos de vida, em especial, a partir dos seis meses.

Isso porque a idade é propícia para a formação da microbiota intestinal, que é o conjunto de micro organismos, como fungos e bactérias, que quando estão em equilíbrio, podem ajudar a fortalecer a imunidade.

De acordo com o pediatra e imunologista Bruno Paes Barreto, doutor em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), crianças até a fase pré-escolar apresentam imaturidade do sistema imunológico, e por isso, o suplemento de probióticos pode ser uma indicação importante para o desenvolvimento delas.

A partir dos seis meses até o quarto ano de vida da criança acontece o chamado ‘período crítico’ para o crescimento de qualquer pessoa, pois além da imaturidade imunológica, já relatada, temos a transição da alimentação.

Até os 6 meses de idade, o bebê depende dos anticorpos maternos, que ele recebe via placenta na gravidez e depois pelo leite materno. A partir do sexto mês, o organismo começa a sintetizar os próprios anticorpos. Por isso, os suplementos podem auxiliar na continuidade da formação da microbiota intestinal.

De fácil consumo

Uma preocupação referente ao uso de probióticos ainda na infância é que muitas crianças podem se engasgar com as cápsulas e comprimidos. Por isso, Barreto explica que atualmente, existem versões em forma de gotas ou de sachê, indicadas justamente para o uso pediátrico.

“Recomendo opções de probióticos que venham em sachê e que sejam seguros para consumo nessa faixa etária, como os da cepa Lactobacillus rhamnosus GG, que podem ser indicados precocemente para ajudar a equilibrar a microbiota na infância”, alerta.

E ao fortalecer o sistema imunológico, as crianças poderão ter uma maior proteção contra doenças infecciosas e problemas gastrointestinais, como a diarreia e gastroenterites, por exemplo. Por isso, não deixe de fazer consultas ao pediatra para saber mais a respeito desse tipo de suplemento.

Referências bibliográficas

  1. Kulandaipalayam N. et al. Immune Response and Intestinal Permeability in Children With Acute Gastroenteritis Treated. Tufts University School of Medicine, 2014.


Clique aqui e pegue seu
cupom de desconto

Produtos relacionados

Política de Cookies

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja nossa Política.

Prosseguir Negar